Brasil joga olimpíada sem Neymar em busca de repetir o ouro de 2016

Publicado em

A seleção brasileira masculina de futebol entra em campo nesta quinta-feira (22), às 8h30 (de Brasília), contra a Alemanha, na estreia dos Jogos de Tóquio 2020, pelo grupo D, com uma missão inédita dentro de toda a gloriosa trajetória do futebol brasileiro: defender o ouro olímpico conquistado na Rio 2016.

O torcedor ainda lembra da cena de Neymar cobrando o último pênalti no Maracanã na conquista do ouro até então inédito para o Brasil. Neymar também jogou a Olimpíada de Londres 2012, quando o Brasil foi prata. 

A equipe tem várias modificações em relação à que se classificou no Pré-Olímpico, em 2019, trazendo apenas sete jogadores que atuaram naquela ocasião. Além disso, o técnico André Jardine não pôde contar com vários atletas que não foram liberados pelos seus clubes, pelo fato deles não serem obrigados a liberar para Jogos Olímpicos, como Neymar, Rodrygo, Vinícius Júnior e Pedro. Os convocados acima dos 24 anos foram o experiente Daniel Alves, o goleiro Santos e o zagueiro Diego Carlos.

Na opinião do lateral-esquerdo Guilherme Arana, que também não participou do torneio classificatório, o mais importante neste momento é manter a concentração e não se deixar levar pela emoção de representar o Brasil em uma competição com este peso, com a responsabilidade de defender o título.

“A ansiedade está muito grande. Eu não conhecia o Japão ainda, quando cheguei aqui realizei um sonho. É um país incrível, de pessoas incríveis, então, não só eu, mas o grupo inteiro está muito ansioso. Sim, muito frio na barriga, de querer estrear logo, a gente não vê a hora. Nos treinamentos, a gente conversa bastante, aqui no hotel também, por isso estamos trabalhando bastante para fazer um bom trabalho nesta Olimpíada. É muito gratificante estar aqui, um trabalho que venho fazendo no meu clube, agora na Seleção, onde fiz grandes jogos e espero representar bem meu país”, disse Arana ao site da CBF.

ardine tem procurado destacar o potencial do grupo convocado. A equipe iniciou a preparação com amistosos no segundo semestre quando, no dia 5 de junho foi derrotada por Cabo Verde por 2 a 1 e, no dia 8 de junho, venceu a Sérvia por 3 a 0. No último dia 15 de julho, a equipe venceu os Emirados Árabes por 5 a 2, na Sérvia, onde realizou a última etapa da preparação.

Nesta terça-feira (20), Jardine comandou o penúltimo treino da Seleção Olímpica no Estádio Hodogaya Soccer Field, em Yokohama, onde será realizado o jogo. Com base nessa atividade, o time brasileiro deve iniciar o jogo com a seguinte escalação: Santos; Daniel Alves, Diego Carlos, Nino e Guilherme Arana; Douglas Luiz, Bruno Guimarães e Claudinho; Antony, Richarlison e Matheus Cunha.

Adversário histórico

A tendência diante dos alemães, adversários na última final olímpica, é de a equipe manter uma postura ofensiva, com Claudinho se aproximando dos atacantes Antony, Matheus Cunha e Richarlison, mantendo Douglas Luiz na proteção da zaga e Bruno Guimarães auxiliando na marcação e iniciando as jogadas de ataque. Matheus Cunha, artilheiro da equipe, com 18 gols, é a maior esperança no ataque.

Na Alemanha, os convocados acima dos 24 anos foram o atacante Max Kruse(33 anos), que já passou por grandes clubes como o Werder Bremen e o Fenerbahçe; Nobody Amiri (24 anos), do Bayer Leverkusen e Maximilian Arnold (27 anos), do Wolfsburg.

O técnico da equipe é Stefan Kuntz, ex-atacante que conquistou o título histórico alemão, pelo Kaiserslaurten, em 1996, e estava no grupo da Alemanha campeão da Eurocopa de 1996.

Antes da final de 2016, Brasil e Alemanha já protagonizaram um jogo histórico, pela Olimpíada de 1988, em Seul, quando, nos pênaltis, o Brasil se classificou, vencendo por 3 a 2, após empate no tempo normal. Klinsmann chutou uma cobrança na trave e o goleiro Taffarel defendeu a cobranças de Wuttke. Antes, no tempo extra, ele tinha defendido uma cobrança de Funkel.

Em Jogos Olímpicos, o Brasil tem uma medalha de ouro (2016), três medalhas de prata (1984, 1988 e 2012) e duas de bronze (1996 e 2008).

Antes da partida entre Brasil e Alemanha, as seleções de Costa do Marfim e Arábia Saudita se enfrentam pelo mesmo grupo, no mesmo estádio, às 5h30 (de Brasília).

Na rodada seguinte, no domingo (25), o Brasil enfrenta a Costa do Marfim, às 5h30 (de Brasília) e, na terceira rodada desta fase, na quarta-feira (28), às 5h, a seleção brasileira enfrenta a da Arábia Saudita, em Saitama. Os dois primeiros colocados avançam para as quartas de final.



*Com informações do Portal R7.com

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Mais de 50 mortos por inundações no oeste do Afeganistão

Inundações repentinas no oeste do Afeganistão mataram pelo menos 50 pessoas nas...

Operações policiais matam 17 pessoas por dia no Brasil, mostra Mapa da Segurança Pública

Operações policiais realizadas no Brasil ao longo do ano passado...

Lista de prioridades para receber a restituição do IR 2024 muda após cheias no RS

O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2024 começa...
%d blogueiros gostam disto: