Free Porn
xbporn

Cuca culpa Fernando Lázaro pelo vexame na estreia. E o time feminino do próprio Corinthians protesta contra a contratação do técnico

Publicado em

Não bastasse o péssimo futebol contra o Goiás, na derrota por 3 a 1, a divulgação do manifesto das jogadoras do time feminino corintiano, contra a contratação do treinador, condenado por estupro, serviu para expor não só o técnico. 

Mas o presidente Duílio Monteiro Alves.

A autoridade do dirigente foi atingida em cheio com o manifesto.

E que, não por acaso, acabou sendo divulgado quando o time de Cuca já perdia por 2 a 1, aos 40 minutos do segundo tempo.

Se o manifesto fosse tornado público em uma vitória do Corinthians, não teria o mesmo efeito constrangedor.

Para não serem punidas individualmente, todas as atletas do time feminino assumiram a nota, lembrando que o clube foi o incentivador, pioneiro, de uma campanha para proteger as mulheres de abusos, em 2021, “Respeita as Minas”.

Deixaram evidente a incoerência na contratação de um treinador condenado por estupro.

“O Corinthians é um clube democrático, é a democracia. É o clube do “respeita as minas”, e elas têm todo o direito de se posicionar. Estive com elas, conversamos por mais de uma hora e meia ontem, foi tudo conversado, explicado, e elas têm todo o direito de expor a posição delas.

“Dá para entender como protesto”, tentava disfarçar o presidente Duílio, que foi pego completamente de surpresa diante do manifesto.

Manifesto divulgado pelo time feminino do próprio Corinthians. Contra a chegada de Cuca
REPRODUÇÃO/TWITTER

Cada dia que passa, Duílio fica mais isolado por conta da contratação de Cuca.

Ele e o treinador sabiam da necessidade de vitória ontem. 

A derrota só aumentou as críticas.

Diante do clima péssimo, da pressão da imprensa, dos torcedores, de parte crescente da diretoria, Cuca prometeu que, em 15 dias, o time reagirá. Foi uma maneira de distrair a mídia.

Na verdade, ele sabe muito bem da necessidade de reação, de reverter a derrota por 2 a 0 para o Remo, na partida de ida, em Belém, pela Copa do Brasil. O Corinthians precisa ganhar por três gols de diferença, quarta-feira, na arena de Itaquera.

Ser eliminado da lucrativa competição por uma equipe da Terceira Divisão seria caótico.

Cuca deixou claro, sem meias palavras, que mais esta péssima atuação, a derrota diante do Goiás, tem um culpado. É o ex-treinador, e agora o seu auxiliar, Fernando Lázaro.

“Não é esse o nosso jogo, não é o jogo que quero e nem o que quero ter. Agora, com jogo quarta e domingo, ter meu trabalho. Te garanto que em dez, 15 dias vai ter um time com minha cara. A equipe está espaçada, sem saída de bola. Uma série de coisas que precisa melhorar.”

E também a crítica ao trabalho do preparador físico Flávio de Oliveira foi evidente.

“A responsabilidade é minha, e vou assumir. O Goiás chegou quase meia-noite na sexta e correu mais que a gente. Não pode.

“Tem que ser diferente se quiser ganhar, tem que começar por mim. Vou cobrar, assim como serei cobrado. Hoje está todo mundo triste e sabedor de que pode e tem que melhorar muito.”

Fábio Santos assume. Corinthians sem confiança na estreia de Cuca contra o Goiás
DIVULGAÇÃO/TWITTER @BRASILEIRAO

Lógico que foi cobrado já antecipadamente pelo confronto contra o Remo.

“Vamos ter que ser totalmente diferentes. Se [o time] jogar como hoje, não vamos nem ganhar o jogo, imagina então fazer os três gols.

“Não vou falar meia dúzia de coisas bonitas.

“A responsabilidade é toda nossa.

“É minha também. A atitude quarta tem que ser totalmente diferente.”

Fábio Santos, um dos grandes líderes do Corinthians, resumiu o péssimo momento emocional da equipe.

“A equipe perdeu um pouco de confiança, mas é nesse momento que a gente tem que mostrar por que estamos no Corinthians.”

“Estar em um clube democrático significa que podemos usar a nossa voz, por vezes de forma pública, por vezes nos bastidores.

“‘Respeita as Minas’ não é uma frase qualquer. É, acima de tudo, um estado de espírito e um compromisso compartilhado. Ser Corinthians significa viver e lutar por direitos todos os dias.”

Além das jogadoras, o técnico Arthur Elias assinou o manifesto.

Duílio foi surpreendido.

Conselheiros ligados a ele ficaram revoltados.

Disseram que o manifesto foi oportunista, divulgado quando havia a certeza de que o Corinthians não ganharia do Goiás.

A derrota foi perfeita.

O manifesto contra a chegada de Cuca ganhou mais força.

Expôs Duílio e o técnico.

Se o Corinthians não reverter a derrota contra o Remo, a situação ficará muito pior para os dois.

E a perspectiva é muito preocupante…

*r7

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Trump comenta desistência de Biden: ‘Não estava apto para concorrer à Presidência’

O ex-presidente dos Estados Unidos e atual candidato republicano...

Nitazeno: novo opioide é de 10 a 20 vezes mais potente do que fentanil; entenda a origem da substância

O Jornal Nacional deste sábado (20) mostrou que pesquisadores...

Casa onde filha de deputado de MT foi achada morta fica em região isolada e município mais próximo é a 40 km

A casa onde Raquel Cattani, filha do deputado estadual...