Enfermeiro consegue guarda provisória dos 5 irmãos adotados por marido que morreu em março: ‘posso viver com meus filhos sem medo’

Publicado em

O enfermeiro de Rio Claro (SP) Daniel Braz conseguiu a guarda provisória dos cinco filhos adotivos. Segundo ele, esse era o maior desejo do seu companheiro, Jhonatan Wiliantan da Silva, expressado pouco antes de morrer.

Em março de 2022, o casal adotou cinco irmãos para evitar que fossem separados, mas Silva morreu um ano depois, no início do mês passado, deixando a missão de criar as crianças para o companheiro.

“Dani, nunca abandone as crianças, por favor, não abandone!”, disse Silva antes de morrer, segundo o enfermeiro.

Casal gay de Rio Claro adota cinco irmãos em Rio Claro — Foto: Arquivo Pessoal

Casal gay de Rio Claro adota cinco irmãos em Rio Claro — Foto: Arquivo Pessoal

Mas, como o processo de adoção ainda não tinha sido concluído, a permanência das cinco crianças, que têm entre 2 e 12 anos, estava irregular.

“Não existia o processo de adoção, existia apenas o processo de guarda, porque as crianças foram acolhidas, foram institucionalizadas e houve a busca da família e Jonhantan era primo dos meninos. Foi protocolada uma ação de guarda, onde ele era o único guardião e, com o falecimento dele, as crianças estavam irregulares, porque a guarda foi revogada com a morte dele”, explicou a advogada Sâmoa Martins.

Agora, com a possibilidade de realizar o sonho do marido – e o seu próprio -, Braz se sente mais aliviado.

Eu estou muito feliz. Sensação maravilhosa. É uma segurança, é uma liberdade porque posso viver com meus filhos sem medo.

— Daniel Braz

Adoção

O casal Jhonantan e Daniel adotou cinco irmãos em Rio Claro — Foto: Arquivo Pessoal

O casal Jhonantan e Daniel adotou cinco irmãos em Rio Claro — Foto: Arquivo Pessoal

Segundo a advogada, foi protocolado o processo de adoção por Braz e de adoção póstuma por Silva para que as crianças tenham também o seu nome na certidão.

Enquanto corre o processo de adoção, foi pedida a guarda provisória, que o juiz concedeu por entender que Braz já a tinha de fato. Essa guarda provisória irá durar até a finalização do processo de adoção.

“A gente pediu a guarda provisória para que os meninos fiquem resguardados por questão de escola, de plano de saúde, todas questões legais, até mesmo por questão de imagens, porque as imagens deles não poderiam ser circuladas, e foi concedida. Hoje Daniel traz essa segurança jurídica para as crianças”, disse Sâmoa.

História comovente

Jhonatan Wiliantan da Silva adotou os cinco filhos de uma prima para que eles não fossem separados — Foto: Arquivo pessoal

Jhonatan Wiliantan da Silva adotou os cinco filhos de uma prima para que eles não fossem separados — Foto: Arquivo pessoal

A história do casal gay que adotou cinco irmãos para evitar que eles se separassem após terem sido retirados da guarda da mãe comoveu o país. Tanto quanto a morte repentina de um deles, um ano depois, deixando a família sem uma das fontes de carinho e renda.

A trajetória do casal e das crianças foi contada em rede nacional no programa Domingão com Huck, o que ajudou com que a família conseguisse dinheiro para comprar uma casa por meio de uma vaquinha virtual.

Entenda o que aconteceu em um ano, desde a adoção até agora:

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Rihanna, Zuckerberg: Pré-casamento de herdeiro do homem mais rico da Ásia reúne ícones pop, titãs tech e mais

Chefes globais da tecnologia, titãs da indústria, estrelas de...

Na Celac, Lula cita ‘carnificina’ e propõe moção pelo fim do ‘genocídio’ em Gaza

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) propôs nesta sexta-feira...

Soroterapia vira hit nas redes com promessas milagrosas, mas médicos alertam para falta de evidências e riscos graves à saúde

Você já ouviu falar em soroterapia? A suplementação, administrada...