Funeral e translado de corpo de Amazonino ainda estão sendo definidos pela família

Publicado em

A data e horário do translado do corpo de Amazonino Mendes e o funeral do ex-governador ainda estão sendo definidos pela família.

Segundo a assessoria de Mendes, outras informações devem ser divulgadas em breve, nesta segunda-feira (13).

“O corpo vai ficar uns três dias em São Paulo para ser embalsamado e depois vão decidir se será cremado ou não aqui em Manaus”, informou trecho da nota.

O ex-governador Amazonino Mendes (Cidadania) morreu aos 83 anos no domingo (12), no hospital Sirío Libanês, em São Paulo.

Amazonino estava internado desde o dia 25 de dezembro.

A saúde dele já vinha se agravando nos últimos anos.

Em novembro, logo após disputar a última eleição, Amazonino Mendes foi internado em São Paulo para tratar uma crise de diverticulite e uma pneumonia.

Ele foi para UTI, melhorou, e depois teve alta hospitalar no dia 6 de dezembro.

No dia 18 de dezembro, após consulta médica em São Paulo, ele foi orientado a permanecer por lá.

Após piora no quadro respiratório, Mendes foi internado novamente no dia 25 de dezembro para tratar pneumonia.

Desde então, o ex-governador seguiu no hospital e faleceu na manhã deste domingo.

Mendes é considerado um dos maiores políticos da história do Amazonas.

Último ato de Amazonino na vida pública

Em 2022, o político participou da eleição para o governo do Amazonas.

Ele terminou o pleito em terceiro lugar e não quis seguir na disputa do segundo turno apoiando outro candidato.

Durante a corrida eleitoral, os adversários atacaram a candidatura do ex-governador informando por diversas vezes sobre seu quadro de saúde.

Em diferentes momentos, foram divulgados vídeos e fotos de situações em que Amazonino tinha dificuldade para se locomover.

O último mandato do político no Amazonas foi entre os anos de 2017 e 2018, quando venceu a eleição suplementar do governo após cassação do governador José Melo.

Em 2018, Mendes disputou reeleição, mas terminou sendo derrotado por Wilson Lima (União), atual governador reeleito.

Vida pessoal e formação acadêmica

Amazonino Mendes era filho de Armando de Souza Mendes e Francisca Gomes Mendes. Ele se formou em direito pela Universidade Federal do Amazonas.

Foi casado com Tarcila Prado de Negreiros Mendes, que morreu em 2015. Com ela, o político teve três filhos.

Carreira política

Nos anos de 1970 e 1980, Amazonino Mendes atuou no Departamento de Estradas e Rodagem do Amazonas.

Foi esse período que despertou o interesse pelo trabalho na vida pública. Daí em diante, teve início uma das carreiras políticas mais vitoriosas do estado do Amazonas.

Em 1983, ele assumiu a Prefeitura de Manaus indicado no ano anterior por Gilberto Mestrinho, ex-governador que faleceu em 2008.

Em 1986, Mendes chegou ao Palácio Rio Negro após vencer as eleições daquele ano para o governo do Amazonas.

Em 1990, foi eleito Senador da República.

No ano de 1992, ele participou da eleição para prefeito de Manaus e venceu.

Em 1994, Amazonino deixou a prefeitura para participar de nova eleição para o governo do estado. Em 1995, assumiu pela segunda vez o mandato.

Com a aprovação da reeleição no país, ele obteve êxito para mais um mandato em 1998. Ficou no governo até 2001.

No ano de 2004, tentou retornar à prefeitura da capital, mas acabou derrotado Serafim Corrêa.

Dois anos depois, em 2006, tentou novamente eleição para o governo do Amazonas mas foi superado por Eduardo Braga.

Em 2008, tentou novamente administrar a capital e saiu vencedor da eleição. Permaneceu a frente de Manaus até 2012.

O político não disputou reeleição naquele ano. Meses antes do pleito, passou por cirurgia cardíaca em São Paulo.

Amazonino Mendes retornou às disputas eleitorais em 2017, quando saiu vitorioso na eleição suplementar para o governo do estado.

Foi o último mandato do político, que ao longo de quatro décadas escreveu história na política amazonense conquistando vitórias históricas:

  • 4 vezes governador do Amazonas – Eleições de 1986, 1994, 1998 e 2017;
  • 3 vezes prefeito de Manaus – Eleições de 1983, 1992 e 2008;
  • 1 vez Senador da República – Eleição de 1990.
Foto: Reprodução/Facebook@AmazoninoMendes

Obras importantes

Ao longo de 40 anos como político no Amazonas, Amazonino foi autor de inúmeras obras e projetos que fazem parte do cotidiano de quem vive no estado. Destaque para:

  • Universidade do Estado do Amazonas (UEA)
  • Pronto-Socorro 28 de agosto
  • Pronto-Socorro João Lúcio
  • Hemoam
  • Centrais Samu
  • Fundação Cecon
  • Hospital Francisca Mendes
  • Centros de Atenção Integral às Crianças (CAICs) e à Melhor Idade (CAIMI)
  • Centros de Atenção Integral à Melhor Idade (CAIMI)
  • Nova Ponta Negra
  • Vila Olímpica de Manaus
  • Bumbódromo de Parintins
  • Delegacias 24h na capital e no interior
  • Projeto Leite do Meu Filho na capital
  • Carretas da Mulher na capital
  • Bolsa Universidade na capital

*Portal Norte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Microexplosão em município gaúcho deixa uma pessoa ferida

Uma pessoa ficou ferida após uma microexplosão no município...

Governo do DF apura denúncia de agressões a preso do 8 de janeiro na Papuda

A Seape-DF (Secretaria de Administração Penitenciária do Distrito Federal) apura se...

PL sobre aborto opõe Lira a Pacheco e gera críticas de Lula e parlamentares; veja reações

A temperatura nos corredores de Brasília aumentou esta semana,...

‘Lunáticos’: empresário que atirou contra casal na Castello Branco diz que dupla colocou sua família em risco

Após ser filmado atirando contra os passageiros de um carro na...
%d blogueiros gostam disto: