Medina e Italo estreiam bem e avançam às oitavas de final na Olimpíada

Publicado em

Gabriel Medina e Italo Ferreira confirmaram o favoritismo e estão classificados para as oitavas de final do surfe nos Jogos Olímpicos de Tóquio. Os surfistas brasileiros venceram suas baterias neste domingo (noite de sábado, pelo horário de Brasília) na praia de Tsurigasaki, conhecida pelas ondas pequenas.

Medina, maior favorito à medalha de ouro, levou susto, mas fechou a quinta e última bateria de classificação do dia no masculino com nota 12,23, a segunda melhor performance, atrás apenas de Italo. Medina disputou a bateria com o taitiano Michel Bourez, representando a França, e com o alemão Leon Glatzer.

O costa-riquenho Carlos Muñoz seria o quarto participante, mas não conseguiu chegar ao Japão a tempo para a disputa da bateria. Caiu direto para a repescagem, mas não é certo que chegue a tempo após ficar sabendo que estaria na Olimpíada apenas na sexta-feira, sendo o substituto do português Frederico Morais, diagnosticado com covid-19.

O brasileiro sofreu muito com as pequenas ondas em Tsurigasaki. Depois de ver Bourez dominar os primeiros 15 minutos, assumiu a liderança com os mesmos 9,17 do rival. Rapidamente foi superado com 10,10 do francês e ainda viu Glatzer subir para 10,00. Despencou para terceiro e, naquele momento, indo para a repescagem.

Medina, então, pegou duas belas ondas e comemorou muito suas manobras, ainda no mar, que o recolocaram na liderança, com 10,80. Na reta final da bateria, os surfistas buscavam melhorar suas notas e a classificação ficou bastante aberta. Com um aéreo bem técnico e alto, o brasileiro subiu ainda mais sua nota para um confortável 12,23. O brasileiro se garantiu, assim como o representante francês.

Medina é o atual líder do Circuito Mundial de surfe após disputar cinco finais em seis etapas disputadas. Apenas em Margareth River que o bicampeão não esteve na decisão. Ele ganhou duas dessas finais e está embalado para chegar ao pódio, assim como Italo, atual campeão mundial.

Italo, por sua vez, fez 13,67 pontos para avançar direto às oitavas de final. O japonês Hiroto Ohhara também se classificou na bateria, com 11,40. O italiano Leonardo Fioravanti (9,43) e o argentino Lele Usuna (8,27) foram os outros surfistas na bateria que marcou a estreia do surfe no programa olímpico. O europeu ainda disputará a repescagem pelo posição alcançada.

O brasileiro e o japonês se destacaram ao arriscarem e mandarem belos aéreos em Tsurigasaki. Com vantagem de Italo ao pegar as melhores ondas. Estava atrás de Hirota, mas se destacou em sua segunda nota para confirmar o favoritismo.

“Estou muito feliz, até arrepiado”, comemorou o brasileiro assim que deixou o mar em Tsurigasaki. “Estava ansioso para essa estreia, mas depois que caí no mar e peguei a minha onda a coisa fluiu”, afirmou, satisfeito. “O mar estava meio difícil, mas treinei bastante e o atleta tem que estar preparado para tudo. A tendência é que o mar melhore um pouco amanhã e eu espero aproveitar da melhor forma.”

As oitavas de final já acontecem neste domingo à noite (segunda-feira pela manhã no Japão). E Italo espera que o mar não esteja tão revolto como na estreia. As águas estavam bastante mexidas por causa de um tufão que passou perto do local da competição e, mesmo assim, ele conseguiu encarar ondas de 7,00 e 5,90 para avançar sem sustos.

*Estadão Conteúdos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Mais de 50 mortos por inundações no oeste do Afeganistão

Inundações repentinas no oeste do Afeganistão mataram pelo menos 50 pessoas nas...

Operações policiais matam 17 pessoas por dia no Brasil, mostra Mapa da Segurança Pública

Operações policiais realizadas no Brasil ao longo do ano passado...

Lista de prioridades para receber a restituição do IR 2024 muda após cheias no RS

O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2024 começa...
%d blogueiros gostam disto: