Mulher que atropelou clientes em salão de beleza em SP diz que deu ré por engano: ‘Não tive culpa’

Publicado em

A mulher presa preventivamente por atropelar quatro pessoas e invadido um salão de beleza, na noite de quarta-feira (11), em Taboão da Serra, na região metropolitana de São Paulo, disse em vídeo obtido pela Record TV que engatou a marcha à ré por engano.

Juliana Schmidt Daniel, de 32 anos, contou sua versão do caso e alegou não ter tido culpa no atropelamento.

“Eu pedi para eles com toda a educação para tirarem o carro para eu poder sair. E eles falaram que não, que era para eu me virar para sair com o carro de lá.  Eu tentei sair, eu fui para a frente, tentei manobrar”, disse Juliana em vídeo gravado antes de ter a prisão preventiva declarada.

“Veio uma cliente que bateu no meu vidro e disse que eu estava batendo no carro dela. Eu dei ré de volta e todo mundo ficou lá me xingando. Umas dez pessoas me agrediram, me puxaram e me bateram. Eu fiquei apavorada”, continuou.

Neste momento da discussão, Juliana entrou novamente no seu carro com o objetivo de deixar o local, já que a passagem havia sido liberada. No entanto, a mulher conta que confundiu as marchas. “Eu coloquei a primeira. Por engano era a ré, e eu acelerei.”

Uma testemunha que teve o carro atingido disse que, em nenhum momento, Juliana teria entrado no salão para pedir que retirassem o veículo da frente. “Ela simplesmente entrou no carro, ligou e começou a tentar dar o ‘jeitinho dela'”, contou.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) analisa o vídeo do incidente para esclarecer se mais pessoas foram atingidas pelo veículo, o que faria Juliana responder por mais atropelamentos. 

*R7/FOTO: REPRODUÇÃO/ RECORD TV

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Investigadores cercam fazenda após fugitivos de Mossoró serem vistos por moradores

Os investigadores da força-tarefa que buscam os dois fugitivos da penitenciária federal...

Número de bebês registrados sem o nome do pai chegou a 172 mil em 2023 no Brasil, o maior em 7 anos

O Brasil registrou mais de 172 mil certidões de nascimento sem...

Caixa vê cenário complexo para captação em 2025 e quer buscar novas fontes

A Caixa Econômica Federal quer liderar as discussões do...

Criminosos invadem festa, incendiam local e matam rapaz com tiro no rosto

Um homem, de 34 anos, foi morto neste sábado...