N60 | Sem Fiscela desta quinta-feira (22/07)

Publicado em

Quer falar mesmo de crime, Artur?

Ontem o ex-prefeito Artur kimono Neto resolveu “esclarecer” umas coisinhas da sua antiga relação com o Senador Omar Aziz. Disse o tucano em um texto publicado nas redes sociais que se arrepende de ter, nas palavras dele, “ salvado a vida pública” do atual presidente da CPI da Covid. A coluna Sem Fiscela pesquisou e encontrou algumas máterias sobre os dois, entre elas a do jornal carioca O Globo, de junho de 2010, onde se lê: “O nome de Aziz acabou retirado do relatório final da CPI da Exploração Sexual, numa votação apertada: 8 a 7. A mobilização em favor do então vice-governador foi liderada pelo senador amazonense Arthur Virgílio Neto (PSDB).” Seria esse o “livramento” a que se refere o ex-prefeito de Manaus em seu texto? O que significa o “a duras penas” que acompanha o arrependimento? Estaria Artur confessando algo e que se arrepende disso? E por falar em crime, em outro texto, no dia 30 de setembro de 2019, menos de 24 horas após o assassinato do Engenheiro Flávio, o então prefeito de Manaus publicou em suas redes sociais uma versão do que teria ocorrido: “Sequestraram e assassinaram Flávio, assim como sequestram e matam, todos os dias, aqueles que se tornam dependentes e não conseguem mais pagar aos seus algozes”. Nas palavras do tucano, Flávio foi morto porque tinha dívida com o tráfico. Pelo menos isso que se supõe com o texto. E ponto final. Será que daqui a algum tempo, como parece ter feito no caso do seu antigo aliado, Artur vai contar uma outra verdade do caso Flávio? Em qual Arthur confiar?

Em nordestinês: o remédio num tá mais fazendo efeito, Vice?!

O vice-governador Carlos Almeida Filho, ex todo-poderoso do início do governo Wilson Lima, que mandava e desmandava, tendo sido inclusive secretário de saúde e grande responsável pelo desastre na gestão da primeira onda da pandemia, já fez de tudo para aparecer. Convocou coletiva para anunciar o fim do mundo e fez um pronunciamento fraco como lhe é característico, anunciou que foi despejado do Palácio da Compensa, deu entrevista à Folha de São Paulo visando ser chamando pra depor na CPI da Covid, o que nunca aconteceu, e nesta quarta, dia 21, tentou exonerar o Secretário de Segurança Louismar Bonates. Realmente, é muita vontade de atrapalhar e aparecer. Será que dá para o vice tomar seu remedinho na hora certa? Parar de agir como menino mimado? Tenha atitude de homem, cabra, reconheça sua incompetência e recolha-se a sua insignificância!

As Forças Armadas do Brasil

Muito já se falou do complexo de vira-lata do brasileiro. Mas quer ver esse complexo sumir? É só falar das forças armadas. De imediato vem o orgulho do brasileiro por todas as obras, ações pela segurança, contra males como a seca, inclusive com protagonismo internacional, como o apoio ao Haiti, e por aí vai. O número de associações de veteranos é enorme e todas estampam um orgulho sem igual. Não há espaço nessas forças Armadas, a que é do Brasil, para aventuras de foras da lei. Notícias de ameaças à ordem institucional, à democracia, ou qualquer arroubo, ou fanfarronice que contrarie a lei é CRIME! E não há criminosos nas forças Armadas, não é mesmo, senhores generais?

Falo mermo!

“Eu sou do centrão” falou o Presidente da República Jair Bolsonaro em live em suas redes sociais

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Ferrari mostra primeiras imagens de macacão azul para o GP de Miami

Como já revelado pela Ferrari, a escuderia adotará uma...

Aniversário de Barcelos tem shows de Barões da Pisadinha, Zé Vaqueiro e Davi Sacer

O 266º aniversário do município de Barcelos, no interior...

Nadal coloca em dúvida disputar Roland Garros: “Não vou jogar em Paris como estou hoje”

Na véspera de estrear no Masters 1000 de Madri,...
%d blogueiros gostam disto: