Oceanos respondem por 50% do oxigênio do planeta

Publicado em

A importância dos oceanos para o planeta é uma das pautas do CEO Water Mandate, iniciativa especial que ocorre de 17 a 21 de setembro, dentro da 78ª Assembleia Geral das Nações Unidas, uma vez que, segundo a iniciativa Década das Nações Unidas da Ciência dos Oceanos para o Desenvolvimento Sustentável, mais de 70% do planeta são cobertos pelas águas. A organização ressalta, ainda, que os oceanos são responsáveis por pelo menos 50% do oxigênio do planeta.

Com isso, a maior parte da biodiversidade terrestre está nos oceanos, de onde sai, também, a principal fonte de proteínas para mais de um bilhão de pessoas no mundo. O Década dos Oceanos pontua que questões econômicas estão atreladas às grandes proporções de água no globo, dado que, até 2030, haverá cerca de 40 milhões de pessoas trabalhando em setores ligados aos oceanos.

Em um recorte por continente, conforme a Comissão Econômica para a América Latina e as Caraíbas (CEPAL), apenas essa região tem mais de 27% de sua população nas zonas costeiras, sendo que o mar ocupa mais território do que a terra na maior parte dos países, especialmente no Caribe.

Embora seja fundamental para a existência da biodiversidade, desequilíbrios alertam líderes mundiais, nos diferentes setores, e chamam a atenção para medidas urgentes. A iniciativa mundial mostra preocupação quanto ao abastecimento dos oceanos, diante do esgotamento de 90% das grandes espécies de peixes marinhos e da destruição de 50% dos recifes de coral.

A poluição plástica é outro ponto que ganha evidência nos debates. Dados do Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (Pnuma), citados no relatório “Afogamento em plásticos – lixo marinho e resíduos plásticos gráficos vitais”, registram aumento desses resíduos nos ecossistemas aquáticos, que podem chegar a 29 milhões de toneladas em 2040.

Para o fundador e principal executivo do Latin American Quality Institute (LAQI), Daniel Maximilian Da Costa, o tema não é apenas interessante a um pequeno grupo ou setor, mas a todo o mundo, visto que a água é vital para toda ação. Ele enfatiza que os cenários nos quais os oceanos se encontram são sinais de que medidas precisam ser tomadas.

“Esse eixo temático está atrelado à sobrevivência, ainda mais diante da informação de que 50% do oxigênio vem dos oceanos. Para tanto, como forma prática, estaremos no CEO Water Mandate apresentando dados e informações que impulsionam a adoção de caminhos que evidenciem a importância dos oceanos e toda a biodiversidade que depende deles”, finaliza.

*Estadão Conteúdos

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Força-tarefa localiza esconderijo usado por detentos em Mossoró

A força-tarefa que tenta localizar dois detentos que fugiram...

Municípios no AM recebem de R$ 23 a R$ 95 mil por exploração mineral

Municípios no Amazonas ganham mensalmente de R$ 23 a...

Bolsonaro volta à Paulista sob cerco do STF para exibir apoio de massa

Quase dois anos e meio após proferir os ataques...

Sobe para 5 número de mortes em investigação por Dengue no AM, aponta Ministério da Saúde

Subiu para cinco o número de mortes em investigação...