Ouro fecha em baixa, apesar de cautela, com dólar forte e compensação de perdas

Publicado em

O contrato mais líquido do ouro fechou em baixa nesta segunda-feira, 19, apesar dos sinais de cautela no mercado, que tendem a impulsionar o metal. No entanto, há a percepção de que a venda generalizada durante a sessão também afetou o ouro. Por sua vez, no atual cenário, a perspectiva é de que a commodity volte a se valorizar em um futuro próximo. A alta do dólar ante os pares durante a sessão pressionou o metal, uma vez que, cotado na moeda americana, ele se torna mais caro para detentores de outras divisas.

Na Comex, divisão de metais da New York Mercantile Exchange, o ouro com entrega prevista para agosto encerrou a sessão com queda de 0,32%, a US$ 1.809,20 a onça-troy.

Com os juros dos Treasuries em queda hoje, seguindo o cenário de cautela do mercado, Edward Moya, analista da OANDA, aponta que normalmente, o movimento “é uma ótima notícia para o ouro”, mas que “uma ampla venda em Wall Street fez com que alguns investidores lutassem por dinheiro”. Ou seja, houve venda de contratos de ouro para compensar perdas em outros mercados.

No entanto, se a onda de vendas se acelerar em Wall Street, “o ouro acabará atraindo fluxos de portos seguros”, avalia Moya. O argumento de alta para o ouro inclui o aumento dos déficits dos Estados Unidos, uma intensificação do debate sobre a inflação e a incerteza econômica para muitos países em desenvolvimento, segundo o analista.

O ouro tem forte resistência no nível de US$ 1.835 a onça-troy, mas se isso puder ser rompido no início desta semana, a compra técnica poderia facilmente apoiar uma alta para US$ 1.850 e potencialmente o nível de US$1.880, projeta Moya.

*Estadão Conteúdo

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Céline Dion desabafa sobre síndrome em novo doc: “Tem sido uma luta”

Céline Dion apareceu publicamente na estreia do seu documentário I...

TJAM rejeita ação e mantém leis que proíbem sacola plástica no Amazonas

Os desembargadores do TJAM (Tribunal de Justiça do Amazonas)...

‘Prédio do Neymar’ em SC ganha mais 13 metros com pináculos e volta a ser o mais alto do país, aponta lista

Um prédio residencial de 81 andares em Balneário Camboriú, no...

PL fica com R$ 886,8 milhões e PT com R$ 619,8 milhões do Fundo Eleitoral

 O TSE (Tribunal Superior Eleitoral) divulgou os valores do...
%d blogueiros gostam disto: