População de Benjamim Constant enfatiza importância da ajuda humanitária do Governo do Amazonas para o enfrentamento da estiagem

Publicado em

O apoio do Governo do Amazonas às famílias durante esse período de enfrentamento da maior estiagem da história do estado tem sido fundamental para garantir a segurança alimentar e o acesso à água potável. No município de Benjamin Constant, na calha do alto Solimões, mais de 300 famílias da etnia Ticuna, de seis comunidades, receberam, na última sexta-feira (27/10), cestas básicas, água potável e estruturas de tratamento de água em uma ação coordenada pelo governador Wilson Lima na região.

A ajuda humanitária foi destinada para as comunidades de São João de Veneza; Lauro Sodré; Guanabara I, II e III; São Pedro de Veneza, onde a produção rural de açaí, laranja e mandioca está prejudicada em razão da seca.

Além das cestas básicas, as comunidades Lauro Sodré e São João de Veneza foram beneficiadas com a instalação de dois sistemas simplificados do Projeto Água Boa da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama).

Essas estruturas têm duas caixas d’água com purificadores, por onde é feito o processo de tratamento da água após ser captada dos rios, para beneficiar as famílias com água potável.

A agricultora Anailde Fortes, 36, moradora da comunidade São João de Veneza, afirmou que as cestas básicas vieram no momento certo para sua família. “Muito importante porque sempre precisamos devido às dificuldades que passamos, e chegou em boa hora porque a gente trabalha na agricultura e hoje está bem difícil fazer plantio”.

“Nossa comunidade estava sofrendo mesmo sem água e isso trazia muito sofrimento porque também temos as crianças que pegam diarreias tomando a água sem tratamento, mas como chegou essa estrutura está sendo uma bênção, e estamos muito felizes com essa água que temos agora”, disse a professora Cristina Clemente da comunidade Lauro Sodré.

O professor Valdier Luiz da comunidade São João de Veneza também agradeceu o apoio do governo estadual. “Agradecemos a Deus e ao governador Wilson Lima pela ajuda e por esse olhar em nossa comunidade”.

Ao todo, o Governo Estadual alcançou a marca de 970 toneladas de alimentos não perecíveis repassados aos municípios afetados pela estiagem. Para a região do Alto Solimões, já foram repassadas 200 toneladas de alimentos aos municípios de Amaturá; Atalaia do Norte; Santo Antônio do Içá; São Paulo de Olivença; Tonantins; Benjamim Constant e Tabatinga.

Foto: Alex Pazuello/Secom

*Com informações da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Rihanna, Zuckerberg: Pré-casamento de herdeiro do homem mais rico da Ásia reúne ícones pop, titãs tech e mais

Chefes globais da tecnologia, titãs da indústria, estrelas de...

Na Celac, Lula cita ‘carnificina’ e propõe moção pelo fim do ‘genocídio’ em Gaza

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) propôs nesta sexta-feira...

Soroterapia vira hit nas redes com promessas milagrosas, mas médicos alertam para falta de evidências e riscos graves à saúde

Você já ouviu falar em soroterapia? A suplementação, administrada...

GP do Bahrein: Verstappen leva primeira pole da F1 2024; veja grid

Treino é treino, classificação é classificação, corrida é corrida....