Free Porn
xbporn

Presidente do Conselho de Regulação do Amazonas anuncia consultas e audiências públicas sobre o gás natural

Publicado em

O Governo do Amazonas realizou, nesta sexta-feira (28/04), a inseminação artificial em 23 bovinos, distribuídos em três propriedades localizadas na comunidade do Novo Céu, em Autazes (a 113 quilômetros distante de Manaus). A meta é aplicar 100 doses em outras propriedades de pequenos e médios pecuaristas no município.

A ação faz parte do Programa Mais Pecuária Brasil, fruto de um Acordo de Cooperação Técnica (ACT) entre a Secretaria de Estado de Produção Rural (Sepror), Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável (Idam), Agência de Defesa Agropecuária e Florestal (Adaf), e a Confederação Nacional de Agricultores Familiares e Empreendedores Familiares Rurais (Conafer/BR).

O secretário da Sepror, Petrucio Magalhães Júnior, afirma que com uma estrutura simples, o profissional qualificado consegue fazer com eficiência a inseminação artificial no rebanho do pecuarista.

“Esse programa atende principalmente o pequeno pecuarista. O Governo do Amazonas vem dando todo o apoio para melhorar essa genética do rebanho. Ações como essa, transformam a vida do produtor”, diz Petrucio.

No total, a estimativa é aplicar aproximadamente 700 doses, distribuídas em sete municípios: Barreirinha, Parintins, Itacoatiara, Careiro da Várzea, Presidente Figueiredo, Manacapuru e Autazes, que foi o primeiro a receber a ação do Programa Mais Pecuária Brasil.

A proprietária da Fazenda Sebastião e da Queijaria Tradição de Autazes, Arleane Costa, foi uma das beneficiadas com a inseminação artificial do rebanho. Ela relata que toda sua produção de leite vai para queijaria, e almeja aumentar essa quantidade, por meio do melhoramento genético.

“Produzimos em média 450 litros de leite e 65 quilos de queijo ao dia. Temos o selo do Serviço de Inspeção Estadual (SIE) do Amazonas, isso agrega valor no nosso queijo. Isso nos dá credibilidade, pois a população compra um queijo de qualidade, que tem procedência”, relata Arleane.

A Ação em Autazes também recebeu o apoio da Superintendência da Agricultura e Pecuária do Amazonas (Mapa/SFA) e da Prefeitura de Autazes.

O Idam apoia essa atividade com orientação e visitas técnicas, presta assistência com treinamentos e seleciona famílias aptas a participar do Programa Mais Pecuária Brasil, garantindo que todos os membros das propriedades de rebanhos sejam beneficiados.

Segundo o diretor-técnico do Idam, Radson Alves, “a parceria entre os órgãos, aposta na inseminação artificial como forma mais econômica de promover o melhoramento genético dos rebanhos, aumentar o rendimento dos animais, produzir mais carne e leite, e consequentemente mais produção por área. A adoção de tecnologias é fundamental para continuar o sucesso na produtividade,” finaliza Radson.

*Com informações da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Trump comenta desistência de Biden: ‘Não estava apto para concorrer à Presidência’

O ex-presidente dos Estados Unidos e atual candidato republicano...

Nitazeno: novo opioide é de 10 a 20 vezes mais potente do que fentanil; entenda a origem da substância

O Jornal Nacional deste sábado (20) mostrou que pesquisadores...

Casa onde filha de deputado de MT foi achada morta fica em região isolada e município mais próximo é a 40 km

A casa onde Raquel Cattani, filha do deputado estadual...