Prezando por segurança de escolas no Amazonas, OAB defende criação de políticas ‘antiataques’

Publicado em

O presidente do Conselho Federal da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), Beto Simonetti, declarou por meio de nota que recebeu com a apreensão o relato do ataque ocorrido hoje (10), nas dependências de uma escola particular localizada no bairro Cachoeirinhas, zona Cento-Sul de Manaus.  

“A escalada desse tipo de crime nos últimos anos, ainda que não consumado, revela a urgência por adoção de políticas públicas de segurança voltadas a estabelecimentos de ensino, além da busca por outras estratégias para eliminar o quanto antes esse grave problema”, disse Simonetti. 

O presidente ainda coloca a OAB à disposição para contribuir com a construção de políticas públicas antiataques em unidades escolars. “O Conselho Federal da OAB se solidariza com familiares e colegas de estudantes feridos durante o ataque e se coloca à disposição do Poder Público para integrar grupo específico com a finalidade de sugerir ações voltadas a esse tipo de crime”, pontua.

*A crítica

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Força-tarefa localiza esconderijo usado por detentos em Mossoró

A força-tarefa que tenta localizar dois detentos que fugiram...

Municípios no AM recebem de R$ 23 a R$ 95 mil por exploração mineral

Municípios no Amazonas ganham mensalmente de R$ 23 a...

Bolsonaro volta à Paulista sob cerco do STF para exibir apoio de massa

Quase dois anos e meio após proferir os ataques...

Sobe para 5 número de mortes em investigação por Dengue no AM, aponta Ministério da Saúde

Subiu para cinco o número de mortes em investigação...