TikTok: legisladores de estado americano aprovam lei para banir app

Publicado em

Legisladores do estado de Montana, nos Estados Unidos, aprovaram, nesta sexta-feira (14/4), uma lei para banir o TikTok de todos os dispositivos pessoais. Dessa forma, moradores do estado podem ficar impedidos de baixar o app, até mesmo, em seus dispositivos pessoais.

A decisão considera que o TikTok poderia representar um risco à seguança nacional, uma vez que pertence a uma empresa chinesa. A ByteDance tem sido acusada de gerar riscos à segurança dos Estados Unidos. As informações são da BBC News.

Apesar da aprovação na casa legislativa local, a proibição ainda não está em vigor, dependendo de sanção do governador do estado Greg Gianforte. Se transformada em lei, o banimento passa a valer em janeiro de 2024.

BBC News informa que é esperado que o governador de Montana sancione o dispositivo legal. Em decisão anterior, o republicano baniu o aplicativo dos aparelhos do governo.

O projeto considera a rede social um risco para a segurança do país por uma suposta interferência do governo chinês. Também afirma que, na plataforma, são encorajados comportamentos perigosos.

Aparelhos do governo

Nos últimos meses, diversos países têm proibido a instalação do TikTok em aparelhos funcionais utilizados por servidores do governo. Em fevereiro, a Casa Branca determinou que funcionários deveriam desinstalar o aplicativo.

Decisões semelhantes também foram tomadas por governos como do Canadá e da União Europeia, além de diversos estados americanos. Em março, o Reino Unido aderiu à iniciativa. Segundo o ministro Oliver Dowden, a medida é uma precaução contra a exposição de dados britânicos.

*Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Investigadores cercam fazenda após fugitivos de Mossoró serem vistos por moradores

Os investigadores da força-tarefa que buscam os dois fugitivos da penitenciária federal...

Número de bebês registrados sem o nome do pai chegou a 172 mil em 2023 no Brasil, o maior em 7 anos

O Brasil registrou mais de 172 mil certidões de nascimento sem...

Caixa vê cenário complexo para captação em 2025 e quer buscar novas fontes

A Caixa Econômica Federal quer liderar as discussões do...

Criminosos invadem festa, incendiam local e matam rapaz com tiro no rosto

Um homem, de 34 anos, foi morto neste sábado...