Wilson Lima lança ‘Educa+Amazonas’, com investimento de R$ 400 milhões em educação nos 62 municípios do estado

Publicado em

O governador Wilson Lima lançou, nesta sexta-feira (23/07), o programa “Educa+Amazonas”, que reúne 13 projetos prioritários com investimento da ordem de R$ 400 milhões nas redes públicas estadual e municipais de educação. O lançamento, no Centro de Convenções Vasco Vasques, reuniu prefeitos e secretários municipais de educação e marcou a assinatura do Pacto pelo Fortalecimento da Educação no Amazonas.

“É um momento importante para mim porque hoje o nosso governo cumpre 80% daqueles compromissos que foram assumidos no ano de 2018. O que nós estamos fazendo aqui é a pavimentação de um caminho seguro para quem está na sala de aula. Essa pessoa vai ser o cidadão de amanhã e é ele que vai tomar as decisões importantes”, frisou o governador.

Durante o lançamento do programa, ao lado do titular da Secretaria de Estado de Educação e Desporto, Luís Fabian Barbosa, o governador assinou atos para implantação dos 13 projetos do programa, entre os quais o projeto de lei que encaminhará para Assembleia Legislativa do Estado propondo o 14° e 15° salários para os profissionais de educação.

“É o programa que vai revolucionar a educação do nosso estado, algo sem precedentes. São 13 projetos que focam na qualificação e na bonificação dos professores da educação, na recuperação da aprendizagem pós-pandemia e na preparação do nosso jovem para o seu futuro. São tantas novidades que isso de fato vai mudar os rumos da educação do nosso estado”, afirmou Fabian.

Foto: Diego Peres/Secom

Pacto – Para formalizar as parcerias e investimento nas redes municipais de ensino, foi assinado o Pacto pelo Fortalecimento da Educação no Amazonas com as prefeituras de 62 municípios do estado. O total de 26 prefeitos compareceram à cerimônia, os demais enviaram representantes.

O programa “Educa+Amazonas” contempla quatro eixos prioritários definidos pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto. São eles: recuperação da aprendizagem; qualificação e reconhecimento dos profissionais da educação; preparação do estudante para o futuro; e meio ambiente e sustentabilidade.

Prioridade para educação 

O governador Wilson Lima destacou que o Estado sempre priorizou a educação, mesmo com os impactos da pandemia. Ele lembrou que, dias após o início das restrições por conta da pandemia em 2020, a rede estadual de ensino retomou as aulas por meio do Projeto “Aula em Casa”. O Amazonas foi o primeiro a retomar as aulas presenciais na primeira e segunda onda da pandemia. Agora, enquanto diversos estados ainda discutem a retomada das aulas para o segundo semestre deste ano, o Governo do Amazonas inicia o processo de recuperação de aprendizagem.

“Nós estamos trabalhando para voltar à normalidade das nossas vidas, nossos alunos ficaram muito prejudicados por conta da pandemia. Além da pandemia, nós tivemos o problema da enchente, muitos municípios ficaram totalmente submersos e sem condições de colocar em funcionamento suas escolas. Isso causa um prejuízo enorme, é um prejuízo irreparável, na vida de uma criança, na vida de um adolescente, e a gente trabalha contra o tempo para poder recuperar o que a gente perdeu”, disse o governador.

A recuperação da aprendizagem é o eixo com maior investimento: R$ 168 milhões. Contempla aulas de reforço gratuitas, fardamento, material escolar, material didático para auxiliar na aprendizagem e preparação para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), Sistema de Avaliação da Educação Básica (Saeb) e Sistema de Avaliação Educacional do Desempenho Educacional do Amazonas (Sadeam). Os recursos estão sendo aplicados em 2021 e serão executados, também, em 2022.

Os projetos voltados à preparação do estudante para o futuro somam investimentos de R$ 98 milhões e também serão aplicados ao longo de 2021 e 2022. Para os projetos voltados ao meio ambiente e sustentabilidade, estão sendo destinados R$ 31 milhões.

O eixo voltado para a qualificação e reconhecimento dos profissionais da educação prevê um investimento de R$ 107 milhões. Contempla a formação dos professores das redes públicas e desenvolvimento das políticas de valorização da rede estadual, com a retomada do 14º e 15º salários aos profissionais da educação.

Preparando para o futuro

No grupo de projetos com foco na preparação do estudante para o futuro, estão: Na Ponta da Língua, Educação Empreendedora, Fazer para Aprender, EduTech e Da Escola para o Trabalho.

Juntos, eles atuarão na formação de profissionais criativos, empreendedores, com pensamento crítico e habilidade para solucionar problemas, com conhecimento em programação e uso de tecnologia.

Meio ambiente e sustentabilidade 

Os projetos Escola da Floresta e Fazenda Escola serão desenvolvidos para a criação de três unidades de ensino diferenciadas, que servirão de ambiente para formação de agentes de proteção da floresta, e o envolvimento e a aproximação dos estudantes da rede estadual às atividades do setor primário, respectivamente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Mais de 50 mortos por inundações no oeste do Afeganistão

Inundações repentinas no oeste do Afeganistão mataram pelo menos 50 pessoas nas...

Operações policiais matam 17 pessoas por dia no Brasil, mostra Mapa da Segurança Pública

Operações policiais realizadas no Brasil ao longo do ano passado...

Lista de prioridades para receber a restituição do IR 2024 muda após cheias no RS

O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2024 começa...
%d blogueiros gostam disto: