Americana que fingiu ser sequestrada é presa

Publicado em

Autoridades do estado do Alabama, nos Estados Unidos, prenderam nesta sexta-feira (28) a estudante de enfermagem Carlee Russell, de 25 anos. No começo deste mês, ela fez um telefonema com um relato fantasioso para a polícia e, posteriormente, sumiu por dois dias. Quando ela reapareceu, afirmou que tinha sido sequestrada.

Posteriormente, o advogado afirmou que Carlee mentiu para os policiais e que ela nunca foi sequestrada.

Os políciais afirmam que Carlee é acusada de duas contravenções que são parecidas:

  • Fazer um relatório falso para autoridades policiais e
  • Relatar um incidente mentiroso.

Se ela for considerada culpada pela Justiça, pode ser condenada a um ano de prisão. Ela pode responder a ação em liberdade se pagar US$ 1.000.

Entenda o caso

No dia 13 de julho, ela fez uma chamada telefônica para a polícia e, logo em seguida, sumiu. Ela voltou para casa depois de 49 horas e, então, relatou para os agentes que tinha sido sequestrada.

Agora, o advogado disse que o relato que ela fez à polícia era uma fabricação e que ela nunca foi sequestrada. Veja abaixo uma cronologia do caso.

O que se sabia sobre o dia do desaparecimento

▶️ Em 13 de julho, Russel desapareceu perto de uma estrada na cidade de Hoover, no estado do Alabama. Antes de sumir, ela lidou para a polícia e disse que tinha visto uma criança sozinha na beira da estrada.

▶️Depois de falar com a polícia pelo telefone, Carlee conversou com a namorada do irmão dela. Nessa conversa, ela teria gritado e foi possível ouvir o som de algo caindo.

Minutos depois, a polícia chegou ao carro de Carlee. Lá perto, os policiais encontraram o telefone dela, uma peruca, a bolsa e comida que ela tinha comprado. Nem Carlee nem a criança foram encontrados.

O caso ganha atenção

▶️ Nos dias seguintes o caso começou a repercutir muito em redes sociais. Os veículos de imprensa então começaram a noticiar a história.

Carlee reaparece e relata uma história

▶️Pouco mais de dois dias de seu desaparecimento, Carlee apareceu em casa.

▶️O relato inicial dela para a polícia foi o seguinte: depois da ligação com a polícia, um homem apareceu e disse que estava vendo se estava tudo bem com a criança. Esse homem a forçou a entrar em um carro e, de alguma forma que não ficou clara, ela acabou sendo forçada a entrar em um trailer. O sequestrador era um homem careca e ela chegou a ouvir a voz de uma mulher, mas nunca viu essa mulher.

▶️Ainda segundo o relato de Carlee aos policiais, ela conseguiu fugir do trailer, mas os sequestradores conseguiram recapturá-la. Eles a levaram a uma casa, tiraram a roupa dela e fizeram fotos. Depois disso, ela foi levada a um outro veículo. Ela fugiu de novo e, dessa vez, conseguiu fugir.

Filme sobre sequestro

▶️A polícia do estado do Alabama começou a investigar, mas não havia evidências do sequestro ou dos sequestradores. Os agentes disseram que Carlee tinha feito buscas na internet sobre avisos de sequestros de crianças e sobre um filme sobre sequestro.

A declaração do advogado

Nesta segunda-feira (24), a polícia disse que recebeu um e-mail do advogado de Carlee, Emery Anthony, no qual afirma-se que:

  • Carlee agora diz que nunca viu bebê nenhum.
  • Carlee agora diz que nunca foi uma pessoa desaparecida.

“Minha cliente não teve nenhum auxílio neste incidente. Este foi um ato dela mesma. Minha cliente não esteve com ninguém e nem em um hotel no tempo em que esteve sumida. Minha cliente pede desculpas à comunidade pelas ações dela, aos voluntários que fizeram buscas, à polícia e outros órgãos de governo, assim com aos amigos e familiares”.

Foto: Reprodução/Polícia de Hoover

*g1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

%d blogueiros gostam disto: