Free Porn
xbporn

Após disparar na pandemia, preço dos carros usados vai seguir em queda com 0-km mais barato

Publicado em

As medidas anunciadas pelo governo federal para baratear o preço dos carros zero-km de até R$ 120 mil têm potencial para movimentar todo o mercado automotivo nos próximos meses.

Para os carros usados, muito valorizados ao longo da pandemia, quando faltavam insumos para a produção dos modelos zero-km, a tendência é de baixa dos preços, para acompanhar a evolução no valor dos veículos novos.

De acordo com o IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), a inflação dos automóveis usados beirou os 17% nos 12 meses finalizados em fevereiro de 2022. A taxa desacelerou nos últimos meses e figura no campo negativo desde fevereiro.

Entre maio de 2022 e abril de 2023, o preço dos modelos usados e seminovos recuou 1%, com a ajuda das taxas negativas apuradas em nove dos 12 meses em análise, de acordo com os dados do IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística).

O presidente da Fenauto (Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores), Enilson Sales, adianta que o repasse ao valor dos veículos usados será proporcional ao desconto de até 10,96% a ser oferecido no valor dos modelos zero-km.

“No começo deste ano, os veículos usados já desvalorizaram cerca de 5%. Com essa possível redução [dos zero-km], eles vão ficar com preços próximos aos praticados no período pré-pandemia”, avalia Sales, que alerta para o caráter peculiar de cada modelo usado, o que não ocorre entre os veículos novos.

Com o leve alívio no bolso, os brasileiros compraram 3,2 milhões de automóveis usados e seminovos nos primeiros quatro meses de 2023. O volume é 5,4% maior do que o apurado no mesmo período do ano passado, segundo dados da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

A posição de desvalorização dos usados também é partilhada pelo presidente da Webmotors, Eduardo Jurcevic: “Não há como desconectar o mercado de novos do de usados”, afirma ele. “Um usado com dois anos no mesmo modelo daquele zero-km, que vai sair da fábrica com desconto, terá que se ajustar ao preço do novo. Ninguém vai comprar um seminovo com um ano de uso pagando mais caro”, avalia.

Jurcevic, no entanto, prevê que os valores futuros não tendem a alcançar o preço encontrado antes da crise que prejudicou o segmento nos últimos anos. “Eu não acredito que exista uma forte redução que leve os preços de volta ao patamar pré-pandemia, porque você teve inflação com a falta de componentes e isso não volta. Vai haver um ajuste, talvez um pouco maior do que o previsto antes do atual movimento”, ressalta.

Desvalorização dos zero-km

undefined

O aumento do preço dos veículos novos durante a pandemia, quando a fabricação foi prejudicada pela falta de insumos, reacende agora a dúvida sobre a desvalorização dos modelos zero-km ao deixarem o pátio das montadoras.

Jurcevic ressalta que o movimento de valorização dos seminovos observado durante a pandemia dificilmente será repetido. “Quem comprou um carro nos últimos dois anos conseguiu até vender com um ganho, uma situação rara de acontecer. Obviamente, isso não vai continuar a ocorrer. Ao rodar com um veículo zero-km, já existe uma desvalorização natural”, explica.

*r7

*Foto: MARCELO CAMARGO/AGÊNCIA BRASIL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Luan Santana e Jade Magalhães anunciam gravidez

O cantor Luan Santana, de 33 anos, e Jade Magalhães, de...

Pressionada após atentado contra Trump, diretora do Serviço Secreto dos EUA renuncia

A diretora do Serviço Secreto dos EUA, Kimberly Cheatle,...

Criança de 4 anos foi morta após ouvir gritos da mãe sendo assassinada no quintal de casa, na Serra

O menino Higor Gabriel Deambrósio, de 4 anos, foi...

Eleições 2024: começa prazo para pedir transferência para outra seção no mesmo município; veja regras

Eleitores que desejam votar nas eleições de 2024 em uma seção...