Bagagem de avião: dicas e cuidados para despachar malas em aeroportos

Publicado em

A possibilidade de ter as malas extraviadas ou trocadas é um dos transtornos que pode acontecer ao viajar de avião. É o que levou duas brasileiras a ficarem presas na Alemanha após terem suas malas substituídas por bagagens com droga. O Ministério Público do país europeu autorizou a liberação delas nesta terça-feira (11).

As malas maiores precisam ser despachadas nos guichês companhias aéreas, que registram os itens e se comprometem a devolvê-los ao chegar no destino. Apesar de não haver uma forma infalível de evitar que a mala seja perdida, é possível seguir algumas dicas para diminuir os riscos.

O que fazer antes de despachar

  • Quando terminar de preparar a mala, faça uma foto que mostre o que você está levando. Se a bagagem sofrer danos durante a viagem, o registro ajuda a comprovar que você não está tentando fazer uma reclamação por problemas passados;
  • No check-in, tire uma nova foto da bagagem, agora para mostrar o cartão de embarque;
  • Identifique a mala e inclua informações como: nome, endereço e telefone. Faça isso não só por fora, mas também por dentro, pois a etiqueta que fica na alça com dados do passageiro pode rasgar ou cair;
  • Coloque fitas coloridas (curtas, para que não prendam na esteira) ou adesivos que ajudem a reconhecer a bagagem. Muitas malas são da mesma cor ou têm formatos parecidos;
  • Durante o check-in, verifique se a mala foi etiquetada pelo atendente para o destino final. Evite chegar em cima da hora para conseguir fazer os processos com maior atenção;
  • Guarde bem o ticket de bagagem. Ele será a garantia se algo acontecer com a mala;
  • Não despache dinheiro e objetos de valor. Procure levá-los na bagagem de mão. Além de eletrônicos e joias, é comum que brinquedos, bolsas e perfumes importados sejam alvos quando a mala é violada;
  • Quando fizer compras no exterior, guarde as notas fiscais e leve-as na bagagem de mão. Isso ajudará a comprovar o valor dos objetos caso eles sejam furtados ou extraviados. O comprovante do cartão de crédito também ajuda a declarar o preço;
  • Chegando ao aeroporto de destino, verifique a esteira que foi reservada para seu voo e aguarde a chegada da sua mala. Ao encontrá-la, confira a etiqueta.

E se der ruim?

  • Caso sua bagagem seja extraviada ou tenha prejuízos, comunique o fato imediatamente à empresa aérea, segundo orientação da Agência Nacional de Aviação Civil (Anac);
  • Preencha um formulário de reclamação por danos;
  • Consulte a política da companhia aérea antes de sair do aeroporto, pois as regras de devolução de bagagem variam de acordo com as empresas;
  • Nos casos de extravio de bagagem, o passageiro terá direito a receber da empresa aérea um ressarcimento por gastos emergenciais, pelo período em que estiver sem os pertences, desde que esteja fora do domicílio, de acordo com a Infraero.
Imprima e use para não deixar nada para trás — Foto: Roberta Jaworski/G1
Imprima e use para não deixar nada para trás — Foto: Roberta Jaworski/G1

*g1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Número de bebês registrados sem o nome do pai chegou a 172 mil em 2023 no Brasil, o maior em 7 anos

O Brasil registrou mais de 172 mil certidões de nascimento sem...

Caixa vê cenário complexo para captação em 2025 e quer buscar novas fontes

A Caixa Econômica Federal quer liderar as discussões do...

Criminosos invadem festa, incendiam local e matam rapaz com tiro no rosto

Um homem, de 34 anos, foi morto neste sábado...

Amazonas tem a maior alíquota de IPVA da história neste ano

s proprietários de veículos no Amazonas estão pagando meio...