Governo do Amazonas publica decreto que determina processo eleitoral do Conselho Estadual de Cultura

Publicado em

O Governo do Amazonas publicou no dia 6 de junho, o decreto nº 44.163, que determina o regulamento para as eleições do Conselho Estadual de Cultura, que serão realizadas pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, referentes ao biênio 2021/2023. As inscrições para o Edital de Seleção da Comissão Eleitoral do Conselho já estão abertas e podem ser realizadas em (https://bit.ly/comissaoeleitoralconselho). 

O secretário de Cultura e Economia Criativa, Marcos Apolo Muniz, destaca que a reestruturação do Conselho Estadual de Cultura, que estava desarticulado há mais de dez anos, representa o compromisso do governo Wilson Lima com os trabalhadores da Cultura.  

“A integração do Estado ao Sistema Nacional de Cultura é uma das diretrizes do governo. E, por meio do programa Amazonas Cultura de Valor, estamos trabalhando para a implantação do Sistema Estadual de Cultura pleno, completo. O Conselho é um dos mecanismos que compõem esse sistema, que vai garantir o alinhamento do Amazonas à política pública nacional para o segmento”, afirmou o secretário.

O primeiro passo para a reestruturação do Conselho é a formação da Comissão Eleitoral que vai elaborar, acompanhar e realizar todo o processo para a eleição. O Edital de Seleção para Composição da Comissão Eleitoral foi lançado e os interessados em ser membro podem se inscrever de hoje (14/07) até 16 de julho, às 16h, na aba dos editais, no Portal da Cultura (cultura.am.gov.br).  

O decreto nº 44.163, institui que a Comissão Eleitoral será composta por dois membros indicados pela Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, como representantes do poder público; e três representantes da sociedade civil, com seus respectivos suplentes, selecionados, conforme requisitos do Edital de Seleção. 

Para participar do edital é preciso estar inscrito e habilitado no Cadastro Estadual de Cultura, residir no Estado do Amazonas, ter, obrigatoriamente, idade acima de 18 anos até o dia da sua inscrição, portfólio ou currículo cultural em arquivo na extensão PDF, e não ter interesse em se candidatar ao cargo de Conselheiro Estadual de Cultura. 

A Seleção para a composição da Comissão eleitoral será realizada em três fases: Inscrição dos interessados em fazer parte como membro; Habilitação, que consiste na verificação dos documentos que comprovem o tempo de atuação do interessado em qualquer segmento cultural; e Seleção, que se refere ao processo de seleção para a classificação dos candidatos habilitados.  

À Comissão Eleitoral caberá fiscalizar e acompanhar todo o processo eleitoral; total poder de decisão sobre o pleito, em todas as etapas constantes no Edital de Eleição; receber impugnações aos seus atos oficiais e recursos às suas decisões; e a competência para dirimir casos omissos não previstos.  

Também será da sua responsabilidade a organização e realização de todo o processo eleitoral para o preenchimento das vagas dos representantes da Sociedade Civil no Conselho Estadual de Cultura, mandato 2021/2023.  

A Comissão Eleitoral será a responsável, como o apoio da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa, de elaborar e aprovar os editais para credenciamento dos eleitores e dos candidatos, além das normas que serão aplicadas na eleição dos Conselheiros representantes da sociedade civil. 

O Conselho 

Segundo a Lei Estadual n.º 5.418, de 17 de março de 2021, a composição do Conselho Estadual de Cultura do Amazonas é de forma paritária, sendo onze representantes de órgãos e entidades públicas; e onze membros eleitos como representantes da sociedade civil; todos com respectivos suplentes. 

A sociedade civil terá representantes ligados aos setores artísticos e culturais, dos seguintes segmentos: Teatro; Dança; Circo; Música; Literatura; Artes Visuais e Novas Mídias; Audiovisual; Cultura Popular de Matriz Ibérica; Cultura Indígena; Cultura Afrodescendente; e Folclore e Carnaval.  

Com essa composição, o Conselho Estadual de Cultura desenvolverá seus trabalhos de apoio e deliberação sobre as políticas públicas culturais do estado e de projetos artísticos e sociais que visem à cultura.

*Com informações da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Mais de 50 mortos por inundações no oeste do Afeganistão

Inundações repentinas no oeste do Afeganistão mataram pelo menos 50 pessoas nas...

Operações policiais matam 17 pessoas por dia no Brasil, mostra Mapa da Segurança Pública

Operações policiais realizadas no Brasil ao longo do ano passado...

Lista de prioridades para receber a restituição do IR 2024 muda após cheias no RS

O primeiro lote de restituição do Imposto de Renda 2024 começa...

Estudo do governo de 2015 previa aumento de 15% nas chuvas e inundações no Sul

Um estudo encomendado pelo governo da ex-presidente Dilma Rousseff...
%d blogueiros gostam disto: