”Para mim é muito importante ganhar o Merenda em Casa”, comemora mãe de estudante da rede estadual

Publicado em

Estudantes impactados pela estiagem, que não conseguem mais chegar até a escola, são beneficiados com o kit ‘Merenda em Casa’, programa do Governo do Amazonas, executado pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar. Até a manhã desta quarta-feira (11/10), o número de alunos impossibilitados de chegar às escolas da rede estadual, por conta da vazante severa, chegou a 5.541, dos quais 4.419 são de comunidades rurais do interior e 1.122 da capital.

As entregas foram iniciadas nos municípios de Alvarães, Amaturá, Autazes, Benjamin Constant, Beruri, Boca do Acre, Caapiranga, Careiro da Várzea, Codajás, Envira, Humaitá, Iranduba, Itacoatiara, Itapiranga, Juruá, Manacapuru, Manaquiri, Maraã, Maués, Novo Airão, Novo Aripuanã, Parintins, Rio Preto da Eva, Santa Isabel do Rio Negro, São Sebastião do Uatumã, Silves, Tefé, Tonantins, Uarini e Urucará, além da zona rural de Manaus.

Para a secretária titular da Secretaria de Estado de Educação e Desporto Escolar, Kuka Chaves, o trabalho integrado das equipes da pasta reforça as entregas em pontos paralisados. Ela destacou, ainda, que são feitos levantamentos diários dos novos estudantes que passam a figurar entre os impactados pela estiagem e que, assim, começam a ser contabilizados na logística de entrega do kit, do Merenda em Casa.

“A determinação do governador é que a gente faça a entrega e que não pode faltar alimentos para esses estudantes”, destacou a secretária de Estado de Educação e Desporto Escolar, Kuka Chaves. 

No total, o programa é composto por 12 itens, que integram a alimentação que os estudantes receberiam nas unidades de ensino: arroz, feijão, sardinha, macarrão, leite integral, farinha de tapioca, farinha de mandioca, açúcar, aveia, óleo, biscoito salgado e biscoito maisena.

No município de Careiro da Várzea, a gestora da escola estadual Tancredo de Almeida Neves, Iolanda Migueis, destacou que a doação dos kits proporciona segurança alimentar para os alunos que não têm mais condições de chegar até a escola. 

“É muito importante para a nossa escola, porque muitos alunos não frequentam mais por causa da estiagem. Agora, podemos ajudar os alunos com esses alimentos, porque estão passando por um momento difícil. Não tem peixe para as famílias se alimentarem e os alunos não conseguem frequentar a escola”, disse a gestora da escola estadual do Careiro da Várzea. 

Ao todo, a escola estadual Tancredo de Almeida Neves possui 293 alunos. Desses, 37 não estão mais frequentando as aulas e recebem, junto com o kit do ‘Merenda em Casa’, o conteúdo de cada disciplina. A lancha escolar, que antes fazia a rota dos estudantes pelo rio Autaz Mirim, não consegue mais navegar. Agora, apenas canoas menores são vistas no local.

“Se secar mais do que já está seco, vamos tentar abrir o caminho por terra para as crianças irem andando. Sem o ‘Merenda em Casa’ seria mais difícil, porque recebemos o Bolsa Família e o meu marido trabalha com roça, mas esse ano está mais difícil”, destacou a dona de casa, Valcinéia Aguiar, mãe de três alunos que frequentam a escola. 

Ainda às margens do rio Autaz Mirim, na comunidade São Lázaro, a dona Rosalina comemorou a chegada dos kits. Avó de três estudantes da escola estadual, ela explicou que o lanche na escola era a refeição mais completa dos netos. 

“Achei muito bom. Quando as três crianças vão para a escola, eles merendam bem, mas chegam em casa e só tem o almoço. Para mim é muito importante ganhar esse rancho. Se não fosse o ‘Merenda em Casa’, ia ser bem difícil. Eles sempre perguntam o que vamos almoçar, lanchar e jantar”, disse a avó dos estudantes, Rosalina Silva.

*Com informações da Assessoria

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Mais de 20 motoristas são notificados por transporte rodoviário clandestino no AM

A Agência Reguladora de Serviços Públicos Delegados e Contratados...

Em aniversário do menino Edson Davi, família faz novo protesto no Rio

No Posto 4 da Praia da Barra, Zona Oeste...

Prazo para empresas entregarem relatório salarial termina nesta quinta

O prazo para empresas com mais de 100 funcionários...

Cemaden alerta sobre chuvas fortes e risco de deslizamento em Manaus

MANAUS – O Cemaden (Centro Nacional de Monitoramento e...