PGR afasta de chefia subprocurador que deu desconto de R$ 6,8 bi à J&F

Publicado em

A procuradora-geral interina da República, Elizeta Ramos, afastou nesta sexta-feira (6) o subprocurador-geral Ronaldo Albo da coordenação da 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal (MPF). 

Albo está sendo investigado pela corregedoria do MPF por sua conduta no polêmico desconto de R$6,8 bilhões em multa aplicada ao grupo J&F, dos irmãos Wesley e Joesley Batista.

As manobras realizadas por Albo para revisar o acordo de leniência firmado em 2017, concedendo a benesse bilionária ao grupo J&F, gerou uma crise interna no MPF, ainda por ser debelada.

No dia 24 de agosto, a corregedoria-geral do MPF decidiu abrir um inquérito disciplinar para apurar a conduta do subprocurador. Os colegas da 5ª Câmara, titulares e suplentes, assinaram ofício dirigido ao então procurador geral da República, Augusto Aras,  solicitando a remoção de Ronaldo Albo do grupo. A 5ª Câmara é a instância do MPF que cuida de casos de combate à corrupção e improbidade administrativa.

Elizeta Ramos teria pedido a Albo que renunciasse à coordenação da Câmara e, diante de recusa, optou pelo afastamento. Apesar de afastado da coordenação, Albo continua integrando a 5ª Câmara de Coordenação e Revisão do Ministério Público Federal.

Foto:Leonardo Prado/Secom/PGR

*Portal Norte

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Relator apresenta 3 sugestões para acabar com reeleição e criar mandato de 5 anos

BRASÍLIA – O senador Marcelo Castro (MDB-PI), relator do...

Filho suspeito de matar mãe espancada é encontrado morto em fazenda

Guilherme Roberto Otaviani Grasse, de 29 anos, foi encontrado...

Agências funerárias da Rússia não aceitam transportar corpo de Navalny, diz porta-voz; funeral será na sexta

Agências funerárias da Rússia estão se recusando a fornecer um carro...