Corpos de vítimas de acidente aéreo estão preservados e perícia será mais rápida, diz IML

Publicado em

s corpos das 14 vítimas do acidente aéreo ocorrido neste sábado (16) em Barcelos (AM) chegaram no Aeroporto Militar Ponta Pelada, em Manaus, por volta de 16h deste domingo (17). Eles foram transferidos para a capital amazonense em uma aeronave da Força Aérea Brasileira e passarão por perícia no IML (Instituto Médico Legal) para confirmação de identidade.

De acordo com a Diretora do Departamento de Polícia Técnico-Científica, Margareth Vidal, devido ao estado de preservação dos corpos, a identificação deles será mais rápida. “Nós acreditamos que não haverá muita dificuldade porque os corpos estão preservados, não houve explosão, não houve mutilação que prejudicasse a coleta das digitais”, disse a perita.

O Governo do Amazonas recebeu da empresa Manaus Aerotáxi uma lista com os nomes dos passageiros, incluindo turistas de outros estados que viajaram a Barcelos para praticar pesca esportiva. Uma empresa de Minas Gerais confirmou que cinco executivos estão entre os mortos. No entanto, os corpos só poderão ser liberados após a perícia.

A identificação dos corpos será feita por uma “força tarefa” com integrantes do IML e do Instituto de Identificação. “Nós já conseguimos os prontuários civis de todos eles, e nós estamos apenas aguardando iniciar os procedimentos periciais para começarmos a fazer o confronto necropapiloscópico, ou seja, a identificação civil, tecnico-científica de cada vítima”, disse Vidal.

A perita afirmou, ainda, que o próximo passo é a perícia necroscópica, que busca esclarecer a causa da morte de cada vítima. “Vai depender do número de lesões que cada vítima apresenta, para a gente pode estimar o tempo de liberação de cada corpo. Mas a gente entende que não vai demorar muito”, afirmou Margareth Vidal.

De acordo com o brigadeiro David Alcoforado, uma equipe do Cenipa (Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos), da FAB, coletou dados no local da ocorrência neste domingo (17). As informações irão compor relatório que apresentará os fatores que contribuíram para o acidente com objetivo de evitar novas ocorrências. Não há prazo para conclusão.

O secretário de Segurança Pública do Amazonas, Marcus Vinícius Almeida, afirmou que uma sala de apoio às famílias, com serviço psicossocial, foi montada no IML.

O acidente ocorreu na tarde deste sábado durante forte chuva em Barcelos. No momento da aterrisagem, a aeronave, modelo Bandeirante, acabou ultrapassando a pista de pouso e bateu em um barranco em uma área nas proximidades do aeroporto do município. Todos passageiros e tripulantes morreram na hora.

Os corpos foram retirados ainda na tarde de sábado e levados para o ginásio da Escola Estadual Angelina Palheta Mendes, zona urbana da cidade.

Na manhã deste domingo, um avião da Força Aérea Brasileira levou a Barcelos uma equipe 10 pessoas do DPTC (Departamento de Polícia Técnico-Científica), Corpo de Bombeiros Militar do Amazonas e Polícia Civil do Amazonas. Outra aeronave levou cinco investigadores do Seripa VII (Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos).

Foto: Sandro Pereira/Folhapress

*Amazonas Atual

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Inscrições para concurso do Ministério da Pesca começam nesta segunda-feira

As inscrições para o concurso público do Ministério da Pesca e Aquicultura começam...

Veja como influenciadores atraem vítimas com promessas de dinheiro fácil no ‘Jogo do Tigrinho’

Um visual colorido e traços infantis. Essas são algumas...
%d blogueiros gostam disto: