Free Porn
xbporn

Dia da Mães: dicas e estratégias podem ajudar lojistas venderem ainda mais

Publicado em

Repleta de sentimentos e com significado especial, o Dia das Mães é um dos mais importantes marcos no calendário do setor varejista. Só no ano passado, as vendas para a data cresceram 18,1% se comparado ao mesmo período em 2021, segundo o Índice Cielo do Varejo Ampliado. A pesquisa ainda revelou que as vendas presenciais subiram 20% enquanto o e-commerce experimentou uma alta de 5%  

Entre as categorias dos presentes mais buscados na data, a pesquisa do Mercado Ads, em parceria com a consultoria Ipsos, mostrou que moda, roupas e calçados foi líder (51%), seguido de beleza (44%) e celulares/acessórios (27%). ‘Essa data sazonal é muito importante para o setor varejista, trazendo um alto valor de faturamento. Por isso, é fundamental que o planejamento seja feito com antecedência para maximizar os resultados nessa grande oportunidade’, comenta Alexander Clein, Diretor Comercial do Olist.

Para este ano, a expectativa é alta – uma pesquisa da Confederação Nacional dos Lojistas (CNDL) mostrou que 77% devem comprar algum presente para a data. E para não perder essa oportunidade, especialistas em varejo do Olist e Tiny reuniram as principais dicas para que os lojistas estejam preparados para a data. É possível conferir abaixo:

Investir em promoções

Um requisito para a loja ser bem-sucedida na campanha é anunciar ofertas que sejam realmente vantajosas para os clientes. Promoções como ‘levando mais de um item, tem desconto no 2º ou 3º’, são uma oportunidade para atrair clientes e fidelizá-los para outras ocasiões do ano. Por isso, tenha muita atenção ao definir os preços dos produtos, buscando ser supercompetitivo em itens estratégicos. Outras estratégias que são muito bem-vindas para a data são descontos especiais para quem já comprou na loja, envio de brindes e frete grátis, ambos podendo ser aplicados em compras acima de determinado valor. 

Reforçar os estoques e negociar com fornecedores

É importante reforçar o estoque para garantir a alta na demanda, muito comum nesse período. Isso evita o risco de ruptura e uma má experiência do consumidor. Ao negociar com os fornecedores, é possível buscar um mix assertivo para a data e lembre-se que comprando em um volume maior você consegue negociar preços mais baixos.

Manter a operação de vendas em ordem

Avaliar se a estrutura do negócio está preparada para o aumento de demanda que poderá vir é essencial, levando também em consideração as principais etapas que precisam ser gerenciadas são: faturamento, separação do pedido, embalagem, postagem e logística, para não atrasar a entrega do produto. Já no comércio físico, uma vitrine sazonal e estoque organizado são importantes para garantir um bom atendimento e, em alguns casos, poderá ser necessário contratar funcionários temporários para a data  

Montar kits de produtos

Oferecer combos/kits com produtos mais procurados na data junto com os que têm menos saída são uma grande oportunidade para aumentar o ticket médio, avaliando se os preços estão coerentes com a concorrência. Em campanhas promocionais como essa, o monitoramento é fundamental para que elas sejam encerradas no período proposto ou mesmo antes, caso o estoque acabe devido a demanda. ‘O que pode auxiliar nisso são ferramentas inteligentes de alguns ERPs – que já cumprem esse papel – para tornar essa rotina mais assertiva’, comenta Michel Davidovich, Diretor de Tiny.

Garantir uma boa experiência ao cliente

Mais do que turbinar as vendas, o objetivo do lojista deve ser fidelizar os clientes e estabelecer com eles um relacionamento de longo prazo. Ter essa visão é fundamental para garantir o crescimento saudável dos negócios. Nesse contexto, praticar um atendimento excepcional, personalizado e ágil – que realmente cative o consumidor – pode ajudar nessa missão. Criar uma forma de armazenar dados dos consumidores de forma organizada ajudará também na manutenção desse relacionamento.

‘Com o aumento das compras no ambiente digital e a facilidade de se criar uma loja ou atuar com marketplaces, a concorrência entre os lojistas fica ainda mais acirrada. Nesse caso, uma dica de ouro é buscar ferramentas e tecnologias que ajudem a maximizar o posicionamento dos produtos nos canais de venda. Além delas, não esquecer de aproveitar também o potencial das redes sociais para estreitar o relacionamento com os clientes, divulgar ainda mais os produtos e se tornar referência no seu segmento’, finaliza Clein.

Website: https://olist.com

OESP não é(são) responsável(is) por erros, incorreções, atrasos ou quaisquer decisões tomadas por seus clientes com base nos Conteúdos ora disponibilizados, bem como tais Conteúdos não representam a opinião da OESP e são de inteira responsabilidade da Dino Divulgador de Noticias Online Ltda

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Compartilhe

Assine Grátis!

spot_imgspot_img

Popular

Relacionandos
Artigos

Trump comenta desistência de Biden: ‘Não estava apto para concorrer à Presidência’

O ex-presidente dos Estados Unidos e atual candidato republicano...

Nitazeno: novo opioide é de 10 a 20 vezes mais potente do que fentanil; entenda a origem da substância

O Jornal Nacional deste sábado (20) mostrou que pesquisadores...

Casa onde filha de deputado de MT foi achada morta fica em região isolada e município mais próximo é a 40 km

A casa onde Raquel Cattani, filha do deputado estadual...